blackout

10set11

De vez em quando tenho uns surtos radicais. Com quinze anos eu e uma amiga cismamos que só poderíamos ligar a  TV se fosse pra ver os jornais. Novela, seriados, programas idiotas?  Não, isso não era pra gente como nós, as cultas.

Depois de adulta tentei evitar ar-condicionado, roupas sintéticas, comida com muito tempero, blackout nas janelas, fiquei um tempo sem usar esmalte, só tomava refrigerante nos fins de semana (hoje nem isso) e tinta no cabelo nem pensar (dá pra ver que eu mudei bastante, né?). O projeto da nossa casa, que só ficou no papel, tinha uma garagem sem ligação coberta com a entrada, que era pra sentirmos a presença do tempo: o sol, o vento, a chuva, a noite, o dia ( já pensou chegar em casa a noite com as crianças, compras de supermercado, mochilas  e ter que passar na chuva para entrar em casa? uma delícia!)

Parei pra pensar nisto porque o Werner viajou e me ligou hoje super feliz pra contar que tinha acordado às 9:30 da manhã. Ele estava em êxtase e disse que quando voltar vai reservar pra mim uma noite num hotel, pra que eu vá sozinha, feche as cortinas e durma até meu corpo ficar cansado de tanto descanso.

Aqui em casa é difícil dormir até tarde, o Samuca acorda cedo e põe todo mundo pra fora da cama. Mas tem um outro detalhezinho: é a questão ali de cima, o blackout.

Até hoje não me rendi a ele. Minha justificativa sempre foi de que eu gosto de acompanhar o movimento do dia. O sol vai nascendo, a cidade vai acordando… não gosto de dormir num quarto escuro e o sol rachando lá fora, parece que eu estou perdendo tempo. Nem no ano passado quando fomos pra Buenos Aires e o quarto do hotel tinha um blackout sensacional eu sosseguei, pensava: não, isso aqui é férias, no dia a dia eu preciso do sol. Nunca parei pra pensar que acordar com o canto dos pássaros e com os primeiros raios de sol é pra quem foi dormir com as galinhas. Nós, da cidade, prolongamos o dia ao máximo, vamos dormir depois da 11 da noite. A ficha só caiu hoje, mas nunca é tarde. Que venha o blackout!!!!!!



8 Responses to “blackout”

  1. ana, eu também tenho ainda essa sensação que dormir com o quarto totalmente escuro atrapalha o ritmo do corpo e dá a sensação de que estou perdendo algo! rsrs

    aqui em casa a cortina deixa entra luz,e graças a isso que conseguimos acordar bem cedo de manhã. Meu professor neurologista disse que precisamos da luz do sol para acordar o cérebro, assim como os animais, só que esquecemos que também somos bicho, né??

  2. Pois é Lud, intuitivamente sempre pensei assim, mas já acordamos muito cedo durante a semana e aos fins de semana quando a galerinha vai dormir na casa das vovós precisamos muuuuito dormir até mais tarde.
    Beijinho.

  3. 3 werner silveira

    maravilha meu amor!!!!!!!!!!!!!!!! quero dormir até as 11 com você!!!!!!

  4. Dona Ana Paula. É o Rubão – amigo da Sâmia e do Marselhesa. Conforme lhe falei no aniversário do cabra, creio que minha casa tem os defeitos necessários para a aplicação das suas qualidades.

    Precisamos marcar uma cervejada lá no cafofo – incluindo aí tua família, Lud e Felipe, Andréa e Neto, Sâmia e Coisinha – pra você ver com seus próprios olhos. Embora pressinta que você vá torcer o nariz pra quantidade de informação nas minhas paredes (é o gosto da patroa, enfim), acredito que compartilhamos muitos pontos de vista, a julgar pelo que vi no seu blog.

    Bem, se os custos dos seus préstimos não forem proibitivos, acho que há, sim, uma chance muito boa de a gente embalar um projeto.

    Vamos nos falando. Abração,

    r

  5. 7 Laura

    Ana, quando eu era solteira, costumava dormir com o quarto mais claro, ir acordando conforme o dia ía nascendo mesmo. Com o passar do tempo, e, principalmente depois que casei comecei a usar o blackout porque meu marido só gosta de quarto muito escuro. Estou muito adaptada à escuridão e a gente descansa muito mais. Os médicos ainda dizem que nós precisamos desta escuridão para relaxar totalmente. Faz bem!
    Um beijo, Laura.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: