post terapia

10jan11

Ganhei do Werner no natal a autobiografia do Tadao Ando, sobre ele tem um post aqui.

Radical, pensamento cartesiano e indomável, mantém seu escritório em clima de terror. Tudo justificado por ele mesmo.

Um de seus projetos mais famosos, a Residência Sumiyoshi,  um bloco de concreto de 3,6×14,5m onde nenhum desperdício foi permitido, prova que é possível levar uma vida de qualidade sem depender de objetos.

Bom, é aí que entra a parte reflexiva do post. Levar uma vida sem depender de objetos é sim possível, meu caro Tadao, mas sem querer negar e desprezar algumas importantes razões deste projeto, como a reação ao começo da americanização no Japão e à imagem da vida moderna vendida pelos estados unidos, eu me pergunto que transformações sofreram a vida destas pessoas, o casal Azuma, durante 30 anos vivendo nesta casa.

Ficaram mais rígidos, menos afetuosos, mais radicais em suas convicções?

Acredito plenamente que  viver com simplicidade e retirar os excessos resulta numa vida muito mais feliz do que o padrão americano de mais é mais. Mas o contrário também acontece e é preciso ter cuidado para não retirar tanto a ponto de  perder algo básico e muito importante para nós humanos e cheios de defeitos, que é a capacidade de ser flexível e encontrar o equilíbrio.



No Responses Yet to “post terapia”

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: