vintage

05jan11

Hoje celebramos tudo o que é vintage. Esta palavrinha vem do inglês ( ai minha nossa senhora da wikipedia, alguém me corrige se eu estiver errada) e diz  a idade do vinho (vint-age), mas acabou sendo usada para mostrar quando um determinado vinho é antigo, de uma safra especial, muito bom. E é assim que a empregamos hoje para tudo, móveis, roupas, decoração…

É lindo mesmo tudo que é genuinamente vintage, com história, memória.

Porque encasquetei com isto? É que acabei de ler uma reportagem da Costanza Pascolato sobre mulheres que respeitam o tempo. Francesas, em sua maioria, que se negam  à neurose do estica-e-puxa-e-deforma que as americanas tanto adoram, e são lindas, estão lindas, cheias de estilo e personalidade. Juliette Binoche, Isabelle Huppert, Inès de La Fressange, Emmanuelle Seigner, só para citar algumas. É claro que elas se cuidam, de uma forma saudável, normal e que não fica explícita.

O estilo francês é bem assim, a vida que estas mulheres levam também se reflete em suas casas. Não consigo imaginar a Isabelle Huppert mudando a decoração de 3 em 3 anos, jogando tudo fora e comprando tudo novo, a neurose forever young americana.

Não existe fórmula, mas vai aí uma dica para sua casa ter aquele climinha francês. Linda sem esforço e sem neuras.

O ano é novo, pede mudanças, faxina, limpeza,  mas cuidado não vá se perder por aí. Quando quero renovar as coisas aqui em casa faço cinco montinhos: lixo, doação, o que fica porque ainda é útil, mesmo que não seja a coisa mais linda deste mundo, os que ficam porque são lindos e os que ficam simplesmente porque me dão prazer, que revelam para mim mesma quem eu sou ou fui, que tocam o meu coração,  mesmo que não tenham nenhuma utilidade evidente, e estes na maioria das vezes são vintage e é por isso que minha casa não tem cara de loja ou não se parece com um rosto muito esticado, tudo tão novo que acaba parecendo fantasioso.

E viva o vintage!!!

Juliette Binoche

Isabelle Huppert

Emanuelle Seigner

Não, elas não estão em suas casas, mas bem que poderiam…

Inès de La Fressange

Sim, ela está em sua casa! Não é linda e vintage?!

E por fim eu e a minha casa! Ops, eu e o Werner…rsrsrsrs.



4 Responses to “vintage”

  1. 1 Carol

    Adorei, Ana! É isso mesmo. Aqui você vê uma mulher de 60 anos se sentindo linda com seus 60 anos. Uma professora um dia disse que a vida dela aos 64 anos era uma vida de alguém que já viveu 64 bons anos, com direito a filhos, netos, carreira, ex-maridos, um companheiro, uma aposentadoria em breve e o mundo como possibilidade. Prá que tentar ridiculamente voltar aos 17 anos depois de bem viver isso tudo e ainda enxergar um futuro?
    bjos prá vc!

  2. 3 werner

    isso tudo significa que devemos ficar felizes se com o passar do tempo
    as pessoas começarem a nos denominar vintage!!!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: